Silveira Martins, Berço da Quarta Colônia

Silveira Martins

Silveira Martins é conhecida como Berço da Quarta Colônia por receber as primeiras levas de imigrantes italianos da região central do estado do RS, dando início ao 4º Núcleo de Imigração Italiana do RS, juntamente com os outros três primeiros núcleos: Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Garibaldi.

unnamed

Foi em 19 de maio de 1877 que na localidade de Val de Buia chegaram as primeiras famílias provenientes do norte da Itália, principalmente da região do Vêneto para "fazer a América". Os primeiros imigrantes ficaram alojados no Barracão da Val de Buia, onde hoje se encontra o Monumento ao Imigrante, em comemoração ao centenário da imigração em Silveira Martins. As famílias tiveram que lidar com enormes dificuldades. Os primeiros tempos implicavam traçar caminhos e derrubar o mato, tornando habitável um espaço praticamente despovoado. O descaso do governo imperial e as saudades da terra natal faziam parte do cotidiano dos italianos, para piorar, os imigrantes tiveram ainda que lutar contra uma peste nas instalações improvisadas do Barracão. O barracão abrigou as primeiras famílias apenas do relento. Pois não havia higiene nem mesmo o mínimo de conforto nesse local, sendo que o que movia o italiano era a fé inquebrantável e a vontade de construir um futuro melhor para seus filhos.

Com a criação da Colônia de Silveira Martins, também originaram-se outros núcleos para receber o grande número de imigrantes que chegavam na região e que hoje formam os municípios da Quarta Colônia (Nova Palma , Faxinal do Soturno, Ivorá, Dona Francisca, Pinhal Grande, São João do Polêsine, Agudo e Restinga Sêca).

UDESSM (imagem retirada do google)

Emancipada de Santa Maria no dia 11 de Dezembro de 1987, Silveira Martins possui como base da economia o cultivo do feijão, soja, milho e batatinha, e também da atividade turística, que atrai inúmeros visitantes para desfrutarem da saborosa gastronomia e dos belíssimos atrativos religiosos, naturais e históricos que só Silveira Martins, por ser o Berço da Colonização Italiana do Centro do estado pode oferecer. Visitar Silveira Martins, hoje, é apreciar um pouco da beleza do passado e descobrir a pujança deste povo, fortalecido pelo trabalho e dedicação pessoal, característica dos italianos. É reviver também as tradições italianas,que sobrevivem há mais de um século de colonização.